Vênus entra em Sagitário

“A Arte consagra e purifica tudo o que toca”, já disse um poeta. Em verdade, sabemos que a Arte, enquanto veículo a serviço do Sagrado, tem mesmo esse “toque de Midas”, ou seja, é capaz de fazer transcender a realidades mais elevadas qualquer coisa de que se acerque.

Devemos lembrar que o Amor é fruto da mesma rama, ou seja, tem a mesma natureza da Arte; podemos até dizer que não pode existir Beleza (e, conseqüentemente, Arte) sem que a dimensão do Amor se faça presente. E sabemos muito bem que sem Beleza, sem Arte e sem transcendência, não é possível viver, ficando o Homem, nessas condições, condenado a uma sobrevivência.

Isso nos leva a uma reflexão acerca da importância fundamental da Arte na vida humana, que resulta, ainda, do fato de que o próprio homem está feito “à imagem e semelhança de Deus”. Como diz Frithjof  Schuon, “só o Homem é tal imagem de maneira direta, no sentido de que o sua forma é perfeição ‘axial’ e ‘ascendente’ e seu conteúdo é totalidade”.

Fritjohf Schuon, estudioso de religiões tradicionais,autor do livro "O Esoterismo Como Princípio e Como Caminho"

Ou seja, o homem, por conta de seu teomorfismo, é obra de arte e artista, de uma só vez: obra de arte porque é “imagem” e artista porque essa imagem é a do “Artista Divino”.

A Arte humana, portanto, assim como a Arte Divina, deve ser o que prega a “Estética”, ou seja, no dizer de Aristóteles, uma “mimesis”, uma cópia imitadora da perfeição da Natureza e do Cosmos, pois só o Homem, dentre os seres terrenos, pode pensar, falar e produzir obras, só ele pode contemplar e compreender o Infinito, em todos os seus sentidos e, portanto, tem a possibilidade de repetir intencional e sistematicamente, essa infinitude, como forma, inclusive, de resgatá-la para as dimensões práticas da realidade.

A entrada de Vênus no signo de Sagitário, nesse 02 de Novembro de 2011, é um chamado do Cosmos a uma contemplação da beleza do Universo e a uma tentativa de repetição dessa Beleza, em nosso cotidiano. Interessante notar que, no mesmo dia, ocorre um belo sêxtil entre a própria Vênus e a Lua, estabelecendo uma interessante configuração que indica grandes possibilidades de realização dos nossos mais belos sonhos.

Atente, portanto, para as sementes que você estará lançando à terra, pois elas poderão ser os primeiros tijolos de exuberantes e encantadas construções. Aproveite o alto astral para dar um trato ao afeto, vivenciar mais efetivamente sua relação amorosa, de maneira mais artística e inflamada, percebendo a realidade transcendente que há por trás disso tudo.

O planeta Vênus permanecerá transitando em Sagitário até o dia 26 de Novembro, quando ingressará no signo de Capricórnio, o que irá desencadear…

Bem, conversaremos quando Vênus chegar a Capricórnio.

"Asas do Desejo", Dirigido por Win Wenders (1987)

Enquanto isso, fique com a nossa dica cinematográfica: o filme Asas do Desejo, de Win Wenders, que conta uma história de amor tipo Vênus em Sagitário, com uma estética anti-hollywoodiana e pura poesia grafada em película de celulóide.

Anúncios

Sobre Haroldo Barros

Sou profissional da Astrologia e outras práticas da evolução humana há vinte e cinco anos. A minha contribuição para a ordem cósmica consiste em ajudar as pessoas encontrarem os caminhos e os meios de cultivar a própria felicidade.

Publicado em 02/11/2011, em Posts Astrais. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Faça seu comentário, pergunta ou sugestão!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: