Arquivo mensal: julho 2012

Sol em trígono com Urano

Há uma interessante história que vale a pena conhecer.

Na década de 70, um grupo de pesquisadores liderado pelo biólogo Lyall Watson realizou uma interessante experiência, com resultados científicos, no mínimo, significativos. Em um pequeno arquipélago do Pacífico, habitavam inúmeras

Lyall Watson

tribos de macacos espalhados por dezenas de ilhotas. Esses primatas dispunham de dois alimentos: bananas, que colhiam nas bananeiras espalhadas pelas ilhas ou batatas doces, que não consumiam porque não sabiam como limpá-las da terra que as cobria, ao serem arrancadas do solo. Os pesquisadores experimentaram ensinar alguns dos macacos a limpar as batatas doces, treinando-os a lavá-las nas águas de um riacho, o que fez com que passassem a consumir prazerosamente as batatas. Ao observar o comportamento dos companheiros, os outros macacos igualmente aprenderam a limpar as batatas e esse aprendizado foi sendo repassado de indivíduo para indivíduo do grupo. Quando um determinado número de macacos (aproximadamente cem) conhecia a técnica de lavar as batatas, subitamente todos os outros macacos da ilha e, mais surpreendente, todos os macacos das outras ilhas passaram a fazer a mesma coisa.

De alguma maneira, até hoje não explicada, a informação foi transmitida para todos os indivíduos que tinham a mesma necessidade.

Esse fenômeno ficou conhecido como a Síndrome do Centésimo Macaco.

Lyall Watson relatou suas experiências no livro Lifetide: a Biology of the Unconscious, publicado em 1979.

Há uma possível relação entre as pesquisas de Watson com as proposições de Rupert Sheldrake, sobre os campos de ressonância mórfica, e com as teorias de Carl Jung, sobre o inconsciente coletivo.Rupert Sheldrake

Rupert Sheldrake

 

Talvez isso nos possa servir de reflexão, independentemente das possíveis explicações (científicas, místicas ou parapsicológicas) para o evento.

Muitas vezes desistimos de nossos sonhos e nossos objetivos, mesmo acreditando neles, por imaginar que outros não lhe darão o mesmo crédito; esquecemos que, assim como no caso dos cem macacos, a Verdade irá se impor às mentes e aos corações dos Homens, sempre que você estiver disposto a acreditar nisso.

Neste dia 31 de Julho, ocorre um importante evento astrológico: o trígono (ângulo de cento e vinte graus) entre o planeta Urano, aos oito graus do signo de Áries, e o Sol (aos oito graus do signo de Leão), indicando a possibilidade de acionar a nossa própria capacidade de sonhar e acreditar, fazendo reativar idealismos adormecidos e o sentimento de humanitarismo. Será possível o resgate da conexão entre os homens, de coração para coração, de mente para mente.

Jung

Jung

Se você tem um daqueles sonhos malucos, que parecem inverossímeis, impossíveis, o verdadeiro delírio de um visionário, mas que é aquilo em que você acredita, embora às vezes até finja não acreditar, aproveite o momento para expressá-lo para o mundo inteiro. Por incrível que pareça, toda a Humanidade vai estar interessada em ouvi-lo. E aí, de repente, você talvez venha a perceber que aquele sonho, tão maluco, não era exclusividade sua: outros loucos, ao redor do planeta, também o nutriam, secretamente, sem coragem para abrir o coração e revelá-lo.

Muitas vezes foi assim que as grandes idéias puderam se concretizar, ao longo da História, com a coragem de um doido que teve a visão mais ampla do que o comum dos mortais e, mesmo tachado de louco, sem juízo ou insano, teve a determinação de ir adiante, desencadeando forças em seu interior de cuja existência nem suspeitava, até perceber que outros loucos (outros macacos?) o seguiam. E lembre-se: diante da realização de qualquer projeto, há sempre um preço a pagar e um trabalho árduo a ser

Kurosawa

Kurosawa

realizado.

E não tenha medo de frustrar suas esperanças, pois o frustrado não é aquele que não consegue, mas sim aquele que não esgotou as possibilidades para conseguir.

A revolução para a Consciência Planetária se dará em revoluções individuais que, aos poucos, irão contagiando as

outras individualidades. Portanto, não fuja do campo antes do fim do jogo e lembre-se do que nos ensinou o grande cineasta Akira Kurosawa: “Num mundo louco, só os loucos podem ser considerados sãos”.

Anúncios

O Sol entra em Leão

Continuando o seu caminhar pela roda do Zodíaco, o luminoso astro do dia ingressou, neste dia 22 de Julho, no signo de Leão, seu signo de regência, dando início a um ciclo de valorização da consciência e celebração da vida e da Luz.

Quinto signo do Zodíaco, segundo do elemento fogo e segundo do ritmo fixo, regido pelo Sol, Leão simboliza o poder em estado absoluto, emanado diretamente das Potências celestiais. Do ponto de vista simbólico-cosmológico, portanto, Leão representa a hierarquia universal que aponta o centro, ao redor do qual tudo circula, como o ponto central de uma circunferência, que, segundo a Geometria, define a própria existência da circunferência.

Esse conceito talvez possa ser relacionado com a idéia aristotélica do motor imóvel. Segundo Aristóteles, tudo que existe tem uma causa imediata que se conecta com outra, até chegar à Causa de todas as causas. Por exemplo, a lâmpada se acende porque alguém acionou o interruptor, ativando a corrente elétrica; a corrente elétrica circula pelos fios porque há uma usina hidrelétrica que a gerou; a usina gera a eletricidade graças ao movimento de uma grande quantidade de água, em queda; essa água, por sua vez é alimentada pelo ciclo hídrico do planeta; e assim por diante, até que nós cheguemos à Causa sem causas de todas as causas, ou aquilo que Aristóteles chamou de motor imóvel: algo que movimenta tudo mas não é movimentado por nada.

Nas monarquias, a figura do soberano é o receptáculo desse poder divino, representativa do Princípio que regula todas as coisas (tanto que a palavra Príncipe deriva de Princípio). Esse grande Princípio regulador, Poder pleno do Universo, é simbolizado pelo signo de Leão. Não é à toa que o leão é o rei dos animais.

Do ponto de vista humano, Leão representa a vitória do Espírito sobre o Ego, ou seja, a fagulha mais divina em nós vencendo os excessos egóicos que nos inflam de desmedido orgulho e centralizadora tirania.

Portanto, durante a estada do Sol no signo de Leão, o Cosmos nos convida a uma maior conscientização do que devemos fazer para encontrar o nosso caminho rumo à Luz; e, por outro lado, nos convida à conscientização de que somos meramente portadores e não possuidores dessa Luz. Mais ainda: essa Luz, quando em nós, enquanto portadores, só tem sentido se servir para iluminar os nossos irmãos.

E, sendo o signo de regência do Sol, propõe-nos celebrar a Vida, comemorando, de todas as formas possíveis, a vida que nos é oferecida e que, como bem disse Gonzaguinha, é bonita, é bonita e é bonita.

Um abraço apertado a todos os leoninos e votos de mil felicidades!!!!

Marte em Quadratura com Plutão e Oposição a Urano

 

 Marte ativa a quadratura entre Urano e Plutão, indicando a possibilidade de exacerbação de forças ocultas em nosso interior, de forma destrutiva ou agressiva.

Atenção! A triangulação Marte-Plutão-Urano é sinal de processos explosivos.

O planeta Plutão é o catalisador e desencadeador dos processos de transformação: ele destrói, aniquila, para que outra coisa possa existir. Urano, renova e revoluciona, o que nem sempre acontece de maneira suave. Marte, por sua vez, representa os nossos potenciais combativos, guerreiros, que, se não canalizados de forma correta, tornam-se em agressividade gratuita, fruto de uma raiva contida.

Sabemos, porém, que a raiva nunca é à-toa; ela é, isso sim, filha de algum sentimento desagregador, mais notadamente, o medo.

O medo é um inimigo poderoso, pois pode até nos paralisar, impedindo-nos de avançar em busca de nossos objetivos. Em outras circunstâncias, ele nos deixa com a sensação de impotência, o que nos faz sentir fragilizados, levando-nos a nos defender do mundo que, aparentemente, nos ameaça. E daí vêm a agressividade e a raiva.

O que é interessante é fazer o exercício, nem sempre tão simples, de analisar, de forma imparcial e objetiva, a raiz emocional oculta, que normalmente está por trás dessas explosões ou desses sentimentos agressivos. Essa raiz oculta pode estar associada ao medo, mas será também fruto, por exemplo, da frustração, da impotência, do sentimento de rejeição e vai por aí afora.

Portanto, antes de descarregar em cima de alguém toda uma carga de violenta emocionalidade, pare para contar até dez e pense com serenidade em sua próprias frustrações. Aumente um pouco o tamanho de seu pavio, pois, nesta semana, por conta da triangulação Marte-Plutão-Urano, o que nós pensávamos ser uma simples bombinha de São João pode ter o efeito de uma bomba atômica, catalizando os nossos excessos emocionais, nossa raiva e nosso medo. E as pessoas ao nosso redor não têm culpa de nossas limitações e ranços internos.

Vença seus medos, controlando, assim, sua raiva. Encare-os como desafios a serem vencidos e não como algo que pode paralisar as suas ações. Ou, ao contrário, condene-se a um eterno vagar pelas impossibilidades e pela infelicidade.

Como Dica, o filme Voltando a Viver (Antwone Fisher, USA, 2002), o primeiro dirigido por Denzel Washington, em que você irá aprender as consequencias de disparar indiscriminadamente a nossa ira e como fazer para transmutá-la.

 

 

Marte entra em Libra

Caminhando pela roda zodiacal, o planeta Marte adentra o signo de Libra, neste 3 de Julho,  iniciando um ciclo de ponderação e equilíbrio das forças interiores. 

Marte

Marte

Como dizia Aristóteles, entre a temeridade e a covardia, deve-se cultivar a prudência. Ou seja, a virtude está no meio termo. A isso, algumas doutrinas orientais chamam de “o caminho do meio”, que é bastante difícil de trilhar, tão estreito quanto o fio de uma navalha

A passagem de Marte em Libra é um chamado, um convite do Cosmos ao resgate da virtude da prudência e do equilíbrio interior.  É uma boa hora, portanto para colocarmos nossa força na balança, ponderá-la e julgá-la, o que permitirá fazer também um julgamento dos próprios combates que estamos travando.

Lembre-se sempre : a guerra justa e ponderada é o bom combate e a estratégia calculada com a síntese perfeita entre a razão e a emoção sempre renderá melhores resultados do que a selvageria violenta. Portanto, você não precisa ser agressivo e ousado, quando basta ser inteligente e usar a força da ponderação.

A estada de Marte no signo de Libra se estenderá até o dia 23 de Agosto, quando o planeta guerreiro ingressará no signo de Escorpião,  o que tenderá a afiar os nossos ferrões.