Arquivo mensal: dezembro 2014

O Sol entra no Signo de Capricórnio – Solstício de Verão

Neste 21 de Dezembro, precisamente às 20h03 (desconsiderado o Horário de Verão), o radioso astro do dia, em seu contínuo e inexorável caminho através do Zodíaco, adentrou o signo de Capricórnio, iniciando um novo ciclo cósmico e uma nova estação.

Esse fenômeno cósmico-astronômico anual coincide com a ocorrência do Solstício de Verão, para o Hemisfério Sul, e de Inverno, para o Hemisfério Norte.

Fecha-se, portanto, o ciclo anual, com a última das estações, período de abundância e plenitude da Natureza.

Mitologicamente, o signo de Capricórnio é associado ao Deus , símbolo da natureza e da Totalidade. Irmão adotivo de Júpiter, Pã tinha aspecto antropozoomorfo, ou seja tinha forma mista de homem e animal:  patas e chifres de bode e corpo peludo, assemelhando-se, no restante, ao humano. Era dotado de prodigiosa agilidade e força fecundante, envolvendo-se sempre em orgiásticas festividades com as ninfas dos bosques; dava-se prazer, inclusive, se não pudesse obtê-lo com alguma companheira. Teve uma importante participação na luta dos olímpicos contra os Titãs: em meio à batalha, tira uma concha em forma de caracol que trazia presa à cauda e sopra-a com força, fazendo ecoar tão poderoso e tonitruante som que os Titãs (símbolos das forças cegas da Natureza) se põem em desabalada fuga.

Simbolicamente, o signo de Capricórnio relaciona-se com a montanha, símbolo da estabilidade e sedimentação, mas também da elevação ascética e da iniciação. É relevante ressaltar que todas as tradições apresentam mitos concernentes à revelação feita numa elevação: é o caso do Monte Fuji-Yama, sagrado para os xintoístas; ou do Monte Sinai, onde Moisés recebeu as Tábuas dos Mandamentos; ou ainda do Monte Ararat, o único ponto poupado das águas do Dilúvio, onde pousou a Arca de Noé. O próprio Cristo foi crucificado no alto de um monte, o Calvário, símbolo de sua proximidade com os céus. Esse é um motivo pelo qual comemoramos o seu nascimento no período em que o astro-rei transita por Capricórnio: o Sol, símbolo do Salvador, o que tira os pecados do mundo, brilhando no ponto “mais alto” do Zodíaco, Capricórnio, símbolo por excelência das elevações e montanhas.

Uma outra associação simbólica que comumente é feita a Capricórnio e a seu planeta regente, Saturno, é a do joelho, que permite fazer as escaladas (que, invariavelmente, oferecem obstáculos), mas, atingido o cume da montanha, permite-nos, também, fazer a genuflexão diante do Sagrado, para receber, do Criador, as bênçãos e a Iniciação.

Durante a estada do Sol em Capricórnio, portanto, o Cosmos nos convida a reconhecimento da plenitude e integralidade da Natureza (inclusive a Natureza humana), a mesma plenitude que traz, em seu bojo, a sonoridade primordial que expulsa as forças cegas que nos enchem de pânico. Mas que nós possamos, também, ter a humildade e a disposição para escalar as montanhas, tanto as da existência cotidiana como também aquelas que nos elevam a maiores realidades. E que possamos celebrar a estação do Verão com alegria e plenitude, mas que, sobretudo, essa plenitude esteja também presente em nossas almas.

Aproveite também o momento para conscientizar-se acerca de tudo aquilo que, em sua vida, precisa ser melhor sedimentado, realizado e cristalizado. Os impulsos que você der agora aos seus projetos tenderão a tornar-se em efetividade consistente e estável, especialmente porque, além do Sol, os planetas pessoais interiores, Vênus e Mercúrio, também ingressaram recentemente em Capricórnio, reforçando esse conceito.

Aproveitamos o momento para desejar aos capricornianos uma linda celebração de aniversário.

E a todos os amigos e leitores um Feliz Verão!

Anúncios

Mercúrio entra em Capricórnio

Continuando o seu ciclo através do Zodíaco, o planeta Mercúrio ingressa o signo de Capricórnio, inaugurando um ciclo de concretização e solidificação do pensamento.

Isso acontece neste dia 17 de Dezembro e Mercúrio permanecerá no signo de Capricórnio até o dia 04 de Janeiro de 2015, quando ingressará no signo de Aquário.

A estada de Mercúrio em Capricórnio nos convida a ficarmos atentos aos nossos pensamentos, pois, como dizia Marco Aurélio, a vida do homem é o que seus pensamentos constroem. Os pensamentos, portanto, podem serPensamento comparados a pequenos tijolos que vamos montando e com os quais vamos moldando a nossa passagem pela existência.

Porém, lembre-se: como se diz em Programação Neurolingüística, a mente é um instrumento, uma ferramenta, um escravo obediente, que executará exatamente aquilo que lhe for determinado, como um computador recebe um programa e o operacionaliza.

Isso só vai depender dos pensamentos que você permitir habitarem sua mente: pensamentos de medo, ódio, culpa, fracasso, que o encherão de “pânico” diante da vida, ou pensamentos de amor, realização, perdão, alegria, sucesso, que o farão lutar pelas suas realizações. Mercúrio era mensageiro de Júpiter e seu servo mais fiel; ou seja, a mente racional é instrumento da mente transcendental, da Sabedoria.

Um cuidado, porém, neste momento: a entrada de Mercúrio em Capricórnio é um indicativo de que o que os nossos pensamentos construírem agora tenderá à realização, à cristalização, típicas possibilidades desse signo. Portanto, atente para o que você poderá estar construindo agora com os seus pensamentos, que podem tornar-se fatores de limitação às suas potencialidades. Idéias como “eu não posso” ou “eu sou infeliz” ou ainda “o dinheiro é sujo” e “a vida é sofrimento” podem tomar tal concretude em nossa mente a ponto de formatar padrões de pensamento negativos, limitantes.

Lembre-se: padrões de pensamento podem ser modificados; e devem ser modificados, quando não estiverem nos ajudando a alcançar o que desejamos e precisamos.

Então, que tal fazer a opção por pensamentos do tipo “eu escolho”, “eu opto pela felicidade”, ou ainda ” o dinheiro é um meio para alcançar o que queremos” ou “a vida é bela”?

A ideia portanto, é que você possa construir, edificar, com seus pensamentos, os mais interessantes edifícios, com a totalidade de seus potenciais mentais.

E aproveite, também, para definir melhor os seus projetos e pense em como executá-los, pois flutuar eternamente nas nuvens não vai levá-lo a lugar algum.

Mercúrio em Capricórnio nos ajudará a focar e a realizar, seja no plano profissional, seja no plano material, seja no plano afetivo…

Mãos à obra!!!!

Urano, Plutão e Movimentos Sociais – Relendo…

No dia de hoje fica exata, mais uma vez, a quadratura Urano-Plutão que já há algum tempo vem trazendo impactantes efeitos
sobre o mundo.

Recebi hoje uma mensagem de uma amiga, perguntando a que horas ficaria exata a quadratura Urano-Plutão. Ficou exata às 02h13 (Hora de Brasília, sem considerar o Horário de Verão), respondi.

Depois fiquei pensando…

Em Junho de 2013, publiquei artigo enfocando essa quadratura, quando estávamos no auge dos movimentos sociais que sacudiram o Brasil e levaram milhares de jovens às ruas.

Mais de um ano depois, estamos, mais uma vez, sacudidos por eventos diversos, que testam a estabilidade e a firmeza das instituições.

Por oportuno, republico o artigo de Junho de 2013, na esperança que as reflexões nele contidas possam nos ajudar a compreender melhor o nosso momento atual.

__________________________________________________

A quadratura entre Urano e Plutão, astros significadores de transformações,
instiga os movimentos sociais.

Minha filha Laís Hellena, 19 anos, ariana com ascendente em Capricórnio e Urano-Netuno dominante, publica no Facebook uma instigante mensagem (transcrita mais abaixo), recheada de significados revolucionários, bastante simbólica e representativa do momento hoje vivido pela juventude brasileira.

Reflito, penso no meu papel de orientador e ouso enviar-lhe, pelo mesmo canal, a seguinte resposta:

“Filha,

Como sempre, você faz excelente uso da língua portuguesa!
Parece que a tinta e o papel se tornam instrumentos poderosos, em suas mãos.

Há um grande revolucionário, chamado Eduardo Galeano, autor de um dos livros que mudou a minha vida, “As Veias Abertas da América Latina”, que uma vez pichou em um muro, em Montevidéu: ESTAMOS AQUI SENTADOS, VENDO COMO MATAM NOSSOS SONHOS!

Eduardo Galeano

Eduardo Galeano

Bem, chega uma hora em que o ser humano se sente obrigado a agir, por pura indignação. Ou porque não quer admitir a morte de um de seus direitos inalienáveis: o direito de sonhar.

Parecem existir dois tipos de dominação: a dominação visível, que nos proíbe de dizer, de fazer, de ser. E a dominação invisível, que nos convence que a subserviência é um destino e que a impotência é a nossa natureza. Que nos convence que não é possível dizer, que não é possível fazer, não é possível ser.

Talvez tenha sido papel da minha geração, marcada pela conjunção Urano-Plutão em Virgem, lutar, no Brasil, contra o primeiro tipo de dominação. E talvez esteja cabendo à sua geração, carimbada com a conjunção Urano-Netuno em Capricórnio, liderar a luta contra o segundo tipo.

Hoje, no momento em que Urano e Plutão estão em ângulo de tensão extrema, talvez tenha chegado a hora de algo diferente acontecer. E a juventude cumpre bem o seu papel social, avançando em direção de algo que, talvez, nem esteja muito claro, mas com a certeza do que não se quer mais aceitar ou admitir.

E lembre-se, filha, de que a revolução mais importante que a sua geração pode oferecer ao mundo é a REVOLUÇÃO DA ESPERANÇA, ou seja, a capacidade de, estando na rua ou à janela, abrir uma passagem para um mundo onde as coisas façam mais sentido. E essa é uma revolução que se fará no coração de cada um… ou não se fará.

Portanto, não lamente estar à janela, hoje. Ao contrário, celebre que você poderá usar a sua palavra e a sua influência para, nos próximos dias, fazer valer todo esse movimento e que ele tenha efeitos duradouros e transformadores na consciência de todos nós.”

Pois é…

Ângulos duros entre Urano e Plutão são fortes indicativos de movimentos dessa natureza.

A Conjunção Urano-Plutão e os movimentos na década de sessenta

A vez mais recente em que esses dois astros estiveram em ângulo duro foi a conjunção (encontro) ocorrida ao longo da década de sessenta, época eminentemente marcada por conflitos sociais e revolucionários, ao redor de todo o mundo. Movimentos que exigiam reformas e contaram com a maciça participação popular, especialmente dos estudantes. Vide o movimento que ficou conhecido como a Primavera de Praga, na Tchecoslováquia, em 1968, o ano que não terminou; assim como o movimento que redundou na chegada de Salvador Allende ao poder, no Chile. E no Brasil as lutas pela liberdade, após a subida dos militares ao comando do país, no golpe de 1964.

Milan Kundera, Isabel Allende e Fernando Gabeira

Milan Kundera, Isabel Allende e Fernando Gabeira

Lastimável lembrar que todos esses movimentos foram esmagados pelos tanques e baionetas da forças ditatoriais. Vale a pena ler A Insustentável Leveza do Ser, de Millan Kundera, A Casa dos Espíritos, de Isabel Allende e O Que É Isso, Companheiro?, de Fernando Gabeira. Cada um desses livros conta, de forma romanceada porém fidelíssima e realíssima, as histórias de lutas, torturas e sofrimentos vividos por aqueles que as protagonizaram.

E a geração nascida aí traz essa marca: a maioria das pessoas nascidas entre 1962 e 1970 traz a conjunção entre Urano e Plutão, no signo de Virgem. E foram essas pessoas que estiveram nas ruas, em 1983 e 1984, quando Plutão acabara de entrar em Escorpião, para lutar pelas eleições diretas no Brasil, após vinte longos anos de chumbo.

Hoje, Urano e Plutão estão em quadratura, mais uma ângulo duro, significador de crises transformadoras.

Na verdade, o movimento sinódico entre dois planetas se inicia na conjunção (angulo de zero graus, ou seja, um encontro) e tem reverberações na quadratura  (ângulo de noventa graus). Ou seja, vivemos hoje as reverberações do ciclo iniciado na década de sessenta.

E quando Mercúrio veio ativar a quadratura, a partir do dia 10 de Junho, houve o início de todas essas movimentações.

A Geração Esperança

E quem está à frente do movimento, hoje?

Os filhos da geração de sessenta, a geração nascida entre 1990 e 1996,  marcada pela conjunção Urano-Netuno em Capricórnio, que inspirou o movimento dos caras pintadas.

A geração Z, chamada Geração Malhação, ou Geração Coca-Cola. Mas que eu prefiro chamar de a Geração Esperança.

Diante disso, podemos imaginar que o movimento que vemos hoje no Brasil pode até ter sido iniciado como uma gata_cartaz_protesto_brasil_mexico_reubrincadeira ou liderado por “riquinhos filhinhos de papai” ou “pseudorrevolucionários de classe média” ou ainda por supostas forças políticas ocultas, interessadas em desestabilizar o governo atual. Mas o fato é que encontrou reverberação, sintonia, por entre diversas camadas populares.

Importante notar que a quadratura Plutão-Urano ativa de forma tensa o Sol do mapa da posse de Dilma. Além disso, Plutão está hoje transitando pela Casa XI do mapa astrológico do Brasil, associada, em Astrologia Mundial, ao Congresso. Não é à toa que exatamente o prédio do Congresso Nacional foi o alvo mais marcante dos protestos, em Brasília.

E o caráter uraniano se faz presente de vária formas:

  1. a natureza espontânea e coletiva do movimento, sem líderes;
  2. a natureza tecnológica das origens do movimento, inteiramente estabelecido, convocado e mobilizado pela internet;
  3. a natureza caórdica do movimento, onde cada manifestante trazia seu cartaz, seu grito e sua causa, formatando um verdadeiro caleidoscópio de fragmentos que se uniram em um só mosaico humano de ideias.

Vamos torcer para que todo esse movimento, cujas consequências ainda é cedo para avaliar, possa trazer mais sentido à nossa vida política e mais consciência às nossas ações.

Detalhe: o planeta Mercúrio, que ativou a quadratura Urano-Plutão desde o dia 10 de Junho, já passou do ponto de tensão. Porém, vai retrogradar (andar aparentemente para trás) a partir do dia 26 de Junho. E, por volta do dia 17 de Julho, volta a ficar bem próximo ao ponto de ativação.

Fiquemos atentos.

Abaixo, transcrevo o texto de Laís Hellena que, independente do ufanismo paterno, representa bem a atitude dos nossos jovens da Geração Esperança.

“Hoje, dia 20/06/2013 vejo a minha cidade entrar para a história! Finalme, nte vejo não só recifenses, mas os brasileiros se manifestarem diante da exploração e violência que sofremos TODOS OS DIAS! De forma pacífica estamos protestando S I M, não por 20 centavos, 10 centavos, mas por milhões de reais que deveriam e devem ser investidos na EDUCAÇÃO da população, na SAÚDE pública, na SEGURANÇA de cada cidadão! Trabalhamos, pagamos impostos e mais impostos pra no final das contas nos depararmos com a educação completamente defasada e ineficaz que temos, com a saúde desumana que é exercida e com a falta de condições de trabalho de tantos profissionais nos hospitais

Mobilização no Recife

Mobilização no Recife

públicos. Hospitais estes que deveriam ser destinados a T O D O S nós cidadãos brasileiros, ricos ou pobres. Mesmo com todos os impostos nos depararmos com segurança, ou melhor, INSEGURANÇA, que presenciamos todos os dias ao sair nas ruas, com o transporte caótico que temos, com as ruas terríveis e descuidadas que temos em que um pedestre precisa desviar buracos enormes para andar nas calçadas. Irônico pensar que o sistema eleitoral do Brasil é um dos mais desenvolvidos do mundo e nossa situação social é esta… Além de vergonhoso, é claro!

Hoje eu não vou/fui para a rua por motivos que ultrapassam a minha vontade. Mas a minha real vontade, real desejo era de estar lá na Praça do Derby com tantos de meus colegas, amigos, professores, enfim, recifenses, pernambucanos, brasileiros me fazendo ouvir, me fazendo respeitar e gritando para quem quisesse ouvir (ou não) que eu não aceito mais! Que eu não estou disposta a abrir mão dos meus direitos por copa do mundo nenhuma, por Arena nenhuma, por título de futebol nenhum!
Isso aí gente, hoje eu estou só na janela, mas vou estar na rua SEMPRE!”

Parabéns, filha!!!

Deus abençoe você e todos os seus companheiros, que têm todo o direito de sonhar com um mundo melhor!!!

Marte entra em Aquário

O planeta Marte, símbolo da força e da combatividade,
adentra o signo de Aquário, neste dia 04 de Dezembro de 2014. Inicia-se um ciclo de
compreensão de nossa missão, ou seja, dos propósitos e
ideais que nos levam a travar as batalhas pela vida, 
refletindo os significados de nossas ações.

Dizia o grande Shakespeare, um dos maiores expoentes da literatura ocidental, que o mundo é um palco, onde cada um de nós, homens e mulheres, é um ator Palcoou uma atriz com um determinado texto a dizer, um papel a desempenhar.

Ou seja, quando chega a sua “deixa”, a sua hora certa, você entra em cena e diz …

O quê?

Esse algo que você diz, essa mensagem básica que você transmite para os seus semelhantes, esse grande papel a ser desempenhado, a isso nós chamamos de missão. Por missão, portanto, entendemos aquilo que valida ou dá significado ao que alguém se propõe realizar, em uma determinada situação ou em determinado projeto.

Claro que essa “situação” pode ser, inclusive, a sua própria vida.

Definir e conhecer com clareza qual a sua missão pode:

  • facilitar a decisão acerca dos rumos que você irá trilhar;
  • facilitar o estabelecimentos de seus objetivos;
  • propiciar uma maior visão do mundo, onde somente as coisas essenciais interessam;
  • esclarecer aquilo pelo que vale e aquilo pelo que não vale a pena lutar;

 Em suma, definir a sua missão poderá aproximar mais você de quem você é e, mais importante, de quem você não é, ainda, mas pode (e deve) vir a ser.

Por exemplo, qual é a missão de um soldado, numa guerra? Não é “destruir o inimigo” como alguém mais desavisado poderá responder, mas sim conquistar objetivos militares. Assim sendo, o soldado em combate pensará no objetivo a ser alcançado e não em sair matando todo mundo que vê, o que pode, inclusive, atrapalhá-lo de atingir a meta proposta.

A entrada de Marte em Aquário nos incita a pensar e repensar os motivos queMissão nos levam à ação, ou seja, os ideais que nos fazem lutar por algo.

Portanto, talvez você possa se perguntar: “Qual é a minha Missão? Qual o propósito do meu trabalho, minhas ações, minha existência?” Com isso, você estará dando importantes passos em direção à sua felicidade e realização.

Dica Cinematográfica

O filme Quando o jogo está alto (When the Game Stands Tall, USA, 2014), dirigido por Thomas Carter e estrelado pro Jim Caviezel, onde você vai Quando o Jogo esta altoconhecer a história (verdadeira!) de Bob Ladoucer, um treinador de futebol vencedor. Porém, mais importante, um homem que tinha consciência clara de seu propósito, de sua missão. E por conta disso não se desviou do seu caminho, por mais que o mundo o pressionasse. E pôde ajudar muitas pessoas a se desenvolver e se transformar.