Vênus em quadratura com Urano

O planeta Vênus faz quadratura (noventa graus) a Urano,

indicando a possibilidade de crises e conflitos afetivos.

 

Ao ingressar no signo de Leão, o que ocorreu no dia 27 de Julho, o planeta Vênus deu início a uma fase de valorização e estímulo, no que tange ao afeto e às questões relacionais.

Agora, no meio dessa fase, Vênus faz quadratura com Urano, trazendo à baila uma possibilidade de conflitos e surpresas, pois Urano tem o caráter do revolucionário, do renovador, daquele que cria e recria a realidade.

Nunca é demais lembrar o mito do nascimento de Vênus.

Conta Hesíodo que Urano (o Céu) era o soberano do Universo e sempre fecundava a sua esposa

O Nascimento de Vênus (Boticelli)

O Nascimento de Vênus (Boticelli)

Gaia (a Terra), gerando vários descendentes. Insatisfeito com os filhos, que considerava feios, porquanto excessivamente grosseiros, materiais (o Céu é incorpóreo, imaterial), Urano, assim que os rebentos nasciam, aprisionava-os novamente no ventre da mãe. Aprisionados, os filhos devotavam ao pai um ódio mortal. Até que um deles, instigado pela mãe, se prepara para combater o pai. Era Saturno, associado a Cronos, o tempo, que, armado de uma foice, ataca de surpresa e decepa a genitália do pai, quando este, em plena cópula, fecundava mais uma vez a Terra.

Castrado, perdido seu poder de fecundar, gerar e criar, Urano é exilado e Saturno sobe ao trono.

Mas o que mais nos interessa da história é o seguinte: o sangue de Urano cai sobre a Terra e faz brotar as Fúrias e os Gigantes. E o esperma de Urano cai no mar e, em contato com a espuma do mar (“aphrós”, em grego), fecunda-a e faz surgir uma belíssima concha de madrepérola, que se ergue das águas. De dentro dessa concha, nasce Aphrodite (Vênus), linda e deslumbrante.

Assim, temos que o Amor (e a beleza e a arte) é filho da última semente do Céu, sob a intervenção do Tempo. Mas se eleva acima das águas do mar (as emoções).

Nossa! Quanta sabedoria há nos mitos, não é mesmo?

Não é à-toa que Jung diz que o Mito é uma ponte para os significados mais profundos do inconsciente coletivo; e Malinowsky diz que o Mito é a pré-história da Filosofia!

Bem, o que nos diz respeito, nesse momento, é que o pai Urano e sua filha Vênus resolvem se opor, trazendo-nos essa possibilidade de recriação.

Ou de crise…

Portanto, fique atento.

Se pintar a crise, não esconda a cabeça na areia. Encare-a de frente e procure descobrir, junto com o parceiro, o que há do outro lado dessa história. Assim, será fácil descobrir os significados e, se for o caso, redesenhar a relação, em seus papéis e em sua significância.

Schiller

Schiller

Também as nossas tendências artísticas, nossa criatividade deverá se exaltar, durante os próximos dias. Aproveitemos! Nesse sentido, é válido lembrar a ideia do dramaturgo, poeta e escritor alemão Friedrich Schiller, quando diz que “fazendo o Bem, nutrimos a planta da Humanidade; produzindo o Belo, espalhamos as sementes do que é divino”.

Para concluir, se o assunto é Vênus, nada melhor do que poesia!

Assim sendo, convocamos o poeta pernambucano Carlos Penna Filho, o “Poeta do Azul”, com o seu “Soneto do Desmantelo Azul”. E nele vemos o que é “uranizar”, dar significados à relação.

 

Então pintei de azul os meus sapatos

Por não poder de azul pintar as ruas

Depois, vesti meus gestos insensatos

E colori as minhas mãos e as tuas.

 

Para extinguir em nós o azul ausente

E aprisionar no azul as coisas gratas

Enfim nós derramamos simplesmente

Azul sobre os vestidos e as gravatas.

 

E afogados em nós nem nos lembramos

Que no excesso que havia em nosso espaço

Pudesse haver de azul também cansaço.

 

E perdidos de azul nos contemplamos

E vimos que entre nós nascia um Sul

Vertiginosamente azul. Azul.

 

Dica cinematográfica

Alguém tem que cederO excelente Alguém tem que ceder (Something’s Gotta Give, USA, 2003) dirigido por Nancy Meyers e estrelado por Jack Nicholson e Diane Keaton  (com Amanda Peat e Keanu Reeves no elenco).

Uma bela comédia romântica, engraçada, porém reflexiva, onde você vai ver direitinho como se recria o significado de amar e relacionar-se.

Anúncios

Sobre Haroldo Barros

Sou profissional da Astrologia e outras práticas da evolução humana há vinte e cinco anos. A minha contribuição para a ordem cósmica consiste em ajudar as pessoas encontrarem os caminhos e os meios de cultivar a própria felicidade.

Publicado em 02/08/2019, em Posts Astrais. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Faça seu comentário, pergunta ou sugestão!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: