Arquivo mensal: maio 2014

Júpiter em Trígono com Saturno

Os planetas Júpiter e Saturno se colocam em trígono, estabelecendo um raro momento de harmonia entre os fatores de expansão e os fatores de restrição.

 

O planeta Júpiter, significa, astrologicamente, a sabedoria, a fortuna e o poder. Ou seja, traz a representatividade dos fatores de expansão: o otimismo, a ventura, o crescimento, a alegria, a jovialidade.

Júpiter

Júpiter

Já Saturno, por seu lado, significa o limite e representa os fatores de restrição: o tempo, a cobrança, a disciplina, a contração, a lei.

Ou seja, Júpiter expande e Saturno contrai. Júpiter multiplica e Saturno  restringe. Júpiter rege e Saturno é a lei sob cujos auspícios se rege.

O que dizer então, acerca de um trígono (ângulo de cento e vinte graus, altamente positivo e estimulante) ocorrido entre dois planos da alma tão contrastantes entre si?

Sabemos que um trígono tem sempre o efeito de estimulação recíproca entre os dois planetas envolvidos, ocasionando uma multiplicação cujos resultados são muito maiores do que o que seria matematicamente possível ou esperado.

Essa configuração nos remete a um busca maior da eficácia.

Talvez possamos conceituar eficácia como o exato equilíbrio entre os fatores de expansão e os fatores de restrição: de um lado, os alcances pretendidos com uma ação, do outro os limites impostos pelas injunções da realidade; de um lado, os desejos, do outro, o controle de si mesmo; Saturnode um lado, as possibilidades previstas, do outro, o reconhecimento dos obstáculos a serem vencidos.

Teremos que estar atentos também ao conceito de produção. Seguindo o mesmo raciocínio acima, entendemos que a eficácia da produção, a longo prazo, está no bom equilíbrio entre os resultados da produção e o investimento na capacidade de produção.

Por exemplo, todos aplaudem uma bailarina que encanta uma platéia com seus movimentos de dança. Mas o que pouca gente lembra é que a perfeição desses movimentos está diretamente relacionada à quantidade de horas dispensadas aos ensaios e treinamentos.

BallerinaO resultado desejado da produção é o reconhecimento do público, consubstanciado através dos aplausos; o investimento na capacidade de produção foram as horas de treinamento.

Igualmente, um pai fica orgulhoso e feliz de notar a união entre seus filhos e sua eficiência escolar. Mas para isso, muito tempo foi despendido para orientar essas crianças, resolver conflitos de forma justa, delimitar regras e condutas, etc. A felicidade dos filhos é o resultado desejado da produção; o amor e a dedicação despendidos para isso é o investimento na capacidade de produção.

E assim por diante.

Neste momento, portanto, atente. Observe em que pontos da sua vida (profissional, afetivo, familiar, matrimonial, relacional, etc) você está agindo de modo eficaz e em que outros você precisa melhorar o equilíbrio entre os fatores de expansão e os fatores de restrição; ou seja, entre a produção (Júpiter) e a capacidade de produção (Saturno).

Tudo isso é, nada mais nada menos do que uma forma mais elaborada de dizer que para cada objetivo pretendido ou resultado esperado (Júpiter) há uma estrutura a ser edificada (Saturno).

O trígono Júpiter-Saturno nos diz que este é um ótimo momento, cosmicamente falando, para estabelecer visões de futuro inspiradoras e planos de ação que nos façam alcançá-las.

Mãos à obra?

Dica Cinematográfica

O filme Homens de Honra (Men Of Honor – USA, 2001), dirigido por George Tillman Jr, estrelado por Cuba Gooding Jr, Robert de Niro e Charlize Theron, onde você vai conhecer a história (verdadeira!) de Carl Brashear, o primeiro mergulhador negro da marinha americana. Um homem que tinha algo a realizar. E soube criar uma visão e pagar o preço para edificá-la.Homens de Honra

E que preço!

Vale a lição!

Detalhe 1: Carl Brashear tem em seu mapa astrológico um quadratura T entre Urano, Júpiter e Saturno.

Além de harmonizar o fatores de expansão com os de contração, ainda precisou fazer uma revolução, vencer desafios que geraram uma reinvenção da realidade, para alcançar o que estabeleceu para si.

Detalhe 2: Cuba Gooding Jr, o ator que viveu o papel no cinema, tem em seu mapa astrológico o Sol em posição de ativação da quadratura T do mapa de Brashear. Talvez por isso o papel tenha lhe servido tão bem.

 

Anúncios

O Sol entra em Gêmeos

Continuando sua caminhada pelo Zodíaco, o Sol adentra o signo de Gêmeos, neste 20 de Maio de 2014, às 23h59, dando início a um ciclo de expansão mental e de integração entre as diversas partes que formam um todo.

Castor & Pólux

Castor & Pólux

Mitologicamente, o signo de Gêmeos, primeiro do elemento ar, está associado ao mito de  Castor e Pólux, chamados “os Dióscuros”.

Enamorado da bela Leda, esposa do rei Tíndaro, Zeus (Júpiter), senhor dos homens e dos deuses, metamorfoseia-se em cisne para seduzi-la. Da insólita união nascem, da semente de Zeus (e portanto imortais), Pólux e Helena; e da semente de Tíndaro (e portanto mortais) Castor e Cliptemnestra.

Estranhamente, ainda sendo filhos de pais diferentes, Castor

Leda e o Cisne

Leda e o Cisne

e Pólux eram absolutamente idênticos e cresceram unidos por profundo amor. Foram educados nas artes da guerra pelo centauro Quíron e tornaram-se grandes heróis e valorosos guerreiros.

Um dia, numa peleja fatal, Castor é mortalmente ferido. Vendo o amado irmão perecer em seus braços, Pólux é tomado de desesperada dor: não pode viver sem o irmão e até pretende dar cabo da própria vida. Porém, imortal que é, sequer isso lhe é permitido. Implora, então, a Júpiter que divida sua imortalidade com Castor, fazendo-o voltar à vida. O soberano dos deuses atende ao pedido e, mais tarde, tocado por tal demonstração de amor fraternal, resolve premiar os irmãos, catasterizando-os, isto é, transformando-os em constelação, no caso, na constelação de Gêmeos, onde permanecerão amorosamente abraçados para sempre, servindo, inclusive, de exemplo para os mortais.

Constelação de Gêmeos

Constelação de Gêmeos

A entrada do Sol em Gêmeos vem assinalar o início de um ciclo onde podemos e devemos promover o abraço entre as coisas que aparentemente são as mais díspares e contrastantes, buscando a inspiração espiritual, divina (representada por Pólux, o imortal) que nos permitirá realizar o material, o concreto (simbolizado por Castor, o mortal), casando o transcendente com o imanente.

E como Gêmeos é o primeiro signo de ar, regido por Mercúrio, pode ser por meio da palavra que se dê esse abraço, essa comunhão entre os opostos. Portanto, cuide para que a sua palavra seja veículo dessa comunhão, nunca de divisão.

 

Como reflexão geminiana, as palavras do filósofo Soren Kierkgaard:

As verdades superficiais têm opostos necessariamente falsos; as verdades profundas têm opostos tão verdadeiros quanto elas

Kierkgaard

Kierkgaard

próprias.

Um abraço de parabéns a todos os geminianos!!!